ABPM NA INTERNET:

Nossos Seguidores

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Produtores de maçã relatam temor com importação de frutas chinesas e argentinas

As ameaças de importação de maçã de países como China e Argentina pautaram audiência pública da Comissão de Agricultura da Câmara na última semana.


09/10/2015

As ameaças de importação de maçã de países como China e Argentina pautaram audiência pública da Comissão de Agricultura da Câmara na última semana. Proposto pelo deputado federal Alceu Moreira (PMDB/RS), o encontro debateu o temor sofrido pelo setor no país, que atualmente ocupa o 12º posto da produção mundial da fruta, de acordo com a FAO.

O presidente da Associação Brasileira de Produtores de Maçã, Pierre Peres, relatou a preocupação com a preservação do status de erradicação da Cydia pomonella (considerada uma das piores pragas da pomicultura). Para ele, a reintrodução da praga pode ser uma realidade com a entrada de maçãs hospedeiras, visto que o Brasil não possui requisitos fitossanitários tecnicamente suficientes para garantir a proteção.

"A importação da China e Argentina, especialmente, pode gerar um impacto incalculável às quase 200 mil pessoas que dependem direta e indiretamente da produção de maçã no Brasil", frisou ainda Moreira, que tem liderando um movimento pela não importação junto à ministra Kátia Abreu, da Agricultura.

Dados do IBGE mostram que em 2015 o Brasil produziu 1,27 milhão de toneladas em uma área de 36,3 mil hectares. O faturamento do segmento no ano passado foi de R$ 2,1 bilhões no mercado interno.

Presenças

Estavam presentes na audiência, além dos deputados e lideranças do setor, o presidente do BRDE, Neuto de Conto, os secretários de Agricultura do RS,  Ernani Polo, e SC, Airton Spies, representantes da Embrapa, Mapa e MDA.


Fonte: http://www.alceumoreira.com.br/noticias/?id=710&tipo=0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!