ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Produtores de Maçã buscam ajuda da Bancada Sulista

Parlamentares defendem a cultura da maçã( Foto: divulgação/assessoria)


(Brasília-DF, 08/10/2015) Representantes da Associação Brasileira de Produtores de Maçã (ABPM) estiveram em Brasília para buscar apoio político para as demandas do setor. O grupo participou na terça feira, 6, de uma audiência pública na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados. Além disso, houve visitas aos gabinetes das principais lideranças dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

A pauta de reivindicações dos produtores de maçã inclui a preocupação com a entrada da concorrência chinesa no mercado nacional, a manutenção do status de erradicação da Cydia Pomonella no Brasil (considerada uma das piores pragas da pomicultura, erradicada há mais de um ano no país) e garantia do orçamento de subvenção ao prêmio de seguro agrícola da safra 2014/2015.
Durante a audiência pública, o presidente da ABPM Pierre Nicolas apresentou os dados do setor. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2015 o Brasil produziu 1,27 milhão de toneladas de maçã em uma área de 36,3 mil hectares. Em 2014, o segmento faturou R$2,1 bilhões com a comércio da fruta. Tudo isso garante cerca de 200 mil empregos diretos e indiretos, principalmente nos três estados da região Sul.“ A maior ameaça de reintrodução da praga é com a importação de frutas reconhecidas como hospedeiras de cydia pomonella, a partir de países com a presença dela, e o fato de o Brasil não impor requisitos fitossanitários tecnicamente suficientes para a proteção da pomicultura do País”, explicou Nicolas sobre o risco de nova contaminação.
Colatto
O deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC) comentou a exposição na audiência pública. O parlamentar catarinense espera que o encontro resulte em algumas melhoras. “ Listamos quatro encaminhamentos que norteiam a atuação parlamentar em prol do setor: fortalecimento legislativo, preocupação constante com a sanidade, manutenção do Brasil com status de livre da Cydia Pomonella e combate a importação predatória de países como a China e a Argentina”, disse.
Gabinetes
O grupo de produtores também circulou pelos gabinetes dos parlamentares da região Sul. De acordo com o coordenador da bancada gaúcha, deputado federal Giovani Cherini (PDT-RS), é importante levar os pleitos do setor para o Ministério da Agricultura.. “ Vamos levar este assunto para a ministra (Kátia Abreu) com o apoio das bancadas de Santa Catarina e do Paraná. O país produz cerca de 1,2 milhão de tonelada por ano e gera em torno de 195 mil empregos diretos e indiretos. O Rio Grande do Sul responde a 45% da produção nacional de maçãs”, afirmou.

O apoio também foi garantido pelo coordenador da bancada do Paraná, deputado federal João Arruda (PMDB-PR). “Como coordenador da bancada paranaense, vou propor uma reunião da bancada sulista para tratar dessas questões e levar as preocupações do setor à ministra da Agricultura, Kátia Abreu”, garantiu Arruda.
( da redação com informações de assessoria e edição de Genésio Araújo Jr) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!